Lícia D'Ávila - Doctoralia.com.br

Receitas por categoria

Nutrição funcional, receitas sem glúten, sem açúcar e de baixo carboidrato (Lowcarb).

Cúrcuma. O todo poderoso dos fitoterápicos 

Cúrcuma. O todo poderoso dos fitoterápicos 

Antes de falarmos sobre este poderoso condimento, vamos esclarecer quem é a cúrcuma e quem é o açafrão.

acafraoCurcuma4
.
Muitos confundem a cúrcuma com o açafrão.Tratam-se de espécies de plantas diferentes, com características diferentes uma da outra.

A cúrcuma, é um rizoma da Curcuma longa. O açafrão é o estigma da flor da espécie Crocus sativus usado na paella, esse sim o açafrão verdadeiro. O açafrão quando vendido é caro e tem o aspecto de uns fios vermelho acobreados (estigma da flor).

Pela cor alaranjada semelhante ao açafrão, as pessoas chamam a cúrcuma de açafrão da terra, o que tem gerado muita confusão.

O que encontramos comumente no Brasil é um pó amarelo, feito a partir da desidratação do rizoma da cúrcuma, a então valorizada curcumina por seus poderosos efeitos à saúde.
Seu sabor está mais para o amargo, mas a coloração é tão forte que uma pequena colher do pó é suficiente para colorir e dar sabor a uma xícara de arroz sem amargar o prato.

Caracterizada a diferença entre as espécies, à cúrcuma, que vem sendo reconhecida por seus inúmeros benefícios à saúde.

A curcumina é um polifenol amarelado presente nas raízes de Curcuma longa, amplamente usado na culinária e na medicina tradicional das culturas chinesa e indiana.

A curcumina pura não é bem absorvida pela corrente sanguínea. Pesquisadores perceberam que para contornar esta dificuldade, basta consumi-la juntamente com pimenta preta, que contém piperina… uma substância natural que intensifica a absorção da curcumina em até 2000%. Coincidência ou não, os dois (cúrcuma e pimenta negra) sempre estiveram associados no curry e culinária indiana.

Quando há a associação de curcumina e piperina, a dosagem diária ideal para prevenção e manutenção da Saúde é de 500mg de Curcumina + 100mg de Piperina. A curcumina também é lipossolúvel, então pode ser uma boa ideia ingeri-la com uma refeição que inclua gorduras.

—> Efeito antiinflamatório

Os estudos demonstram que a curcumina tem forte efeito anti-inflamatório. Ela é tão poderosa que se compara à eficácia de algumas drogas anti-inflamatórias.

A curcumina bloqueia o NF-kB, uma molécula que percorre o núcleo das células e aciona os genes relacionados à inflamação. Acredita-se que o NF-kB é um marcador relevante associado à diversas doenças crônicas. Sua potência foi comparada às drogas anti-inflamatórias farmacêuticas… sem os efeitos colaterais.

—> Efeito antioxidante

a curcumina é um potente antioxidante que pode neutralizar os radicais livres devido à sua estrutura química. Ela também estimula a atividade das enzimas antioxidantes do corpo, tendo então um efeito duplo contra os radicais livres.

—> Efeito neurotrófico

O Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF em inglês), é um tipo de hormônio do crescimento que opera no cérebro.
Muitos distúrbios cerebrais comuns foram ligados a níveis reduzidos deste hormônio. Isto inclui a depressão e o mal de Alzheimer.

A curcumina pode aumentar os níveis de BDNF no cérebro . Ao assim fazê-lo, pode ser eficaz em atrasar e até mesmo reverter muitas doenças cerebrais e decréscimos relacionados a idade na função cerebral.

—> Efeitos benéficos sobre a cardiopatia

A curcumina pode ajudar a reverter muitas etapas no processo da cardiopatia. Talvez o benefício principal da curcumina quando se trata de cardiopatia seja o aprimoramento da função do endotélio, que é o revestimento dos vasos sanguíneos. É bem conhecido que a disfunção endotelial é um condutor principal da doença cardíaca e envolve a incapacidade do endotélio de regular a pressão sanguínea, a coagulação do sangue e vários outros fatores.

Um estudo mostra que ela é tão eficaz quanto a prática de atividade física, e outro mostra que ela funciona tão bem quanto a droga Atorvastatina.A curcumina também reduz a inflamação e a oxidação, que também é importante na cardiopatia.

—> Efeito anti carcinogênico

Estudos mostram que a curcumina pode reduzir a angiogênese (o crescimento de novos vasos sanguíneos nos tumores), a metástase (a disseminação do câncer), bem como contribuir para a morte das células cancerosas.

Há evidências de que ela possa ajudar a prevenir a ocorrência do câncer, especialmente os cânceres do sistema digestório (como o câncer colorretal). Em um estudo com 44 homens com lesões no cólon que algumas vezes se tornaram cancerosas, 4 gramas de curcumina por dia por 30 dias reduziram o número de lesões cancerosas em 40%.

—> Efeitos que ajudam no tratamento ao mal de Alzheimer

uma vez que a curcumina tem a propriedade de cruzar a barreira hematoencefálica. Sabe-se que a inflamação e o dano oxidativo desempenham importante papel no mal de Alzheimer; a curcumina apresenta efeitos benéficos sobre ambos.

Um dos aspectos-chave do mal de Alzheimer é um acúmulo de proteínas entrelaçadas chamadas de placas amiloides. Estudos mostram que a curcumina pode ajudar a desobstruir essas placas.

—> Efeitos benéficos contra artrite

Em um estudo com pacientes portadores de artrite reumatoide, a curcumina mostrou mesmo ser mais eficaz que uma droga anti-inflamatória. Diversos outros estudos observaram os efeitos da curcumina sobre a artrite e verificaram melhorias sobre vários sintomas.

—> Efeitos antidepressivos

A curcumina se mostra promissora no tratamento da depressão. Num estudo controlado, 60 pacientes foram randomizados em três grupos. Um grupo tomou Prozac, outro grupo tomou um grama de curcumina e o terceiro grupo tomou Prozac e curcumina.

Após seis semanas, a curcumina tinha levado a melhorias que foram similares ao Prozac. O grupo que tomou Prozac e curcumina se sentiu melhor. De acordo com este (pequeno) estudo, a curcumina é eficaz como antidepressivo.

A depressão também está ligada a níveis reduzidos do fator neurotrófico derivado do cérebro e a um encolhimento do hipocampo, uma área do cérebro que desempenha um papel no aprendizado e na memória.

A curcumina eleva os níveis de BNDF, revertendo potencialmente algumas destas alterações. Existe também alguma evidência de que a curcumina eleve os níveis dos neurotransmissores cerebrais serotonina e dopamina.

————

Quando falamos em anti depressivos naturais, chegamos em um ponto que muito nos interessa hoje em dia, que é tratarmos com o maior teor de naturalidade os transtornos alimentares, cujas raízes têm um fator de ansiedade e de depressão.

Assim, temos em mãos, um poderoso medicamento natural, para uso em portadores de compulsão alimentar sem efeitos colaterais até então registrados.

Além de sua atividade antioxidante, anti-inflamatória, anticarcinogênica, hipoglicemiante e anti-trombogênica, sua lipossolubilidade confere capacidade de atravessar a barreira hematoencefálica e exercer efeitos neuroprotetores, cognitivos, bem como sobre os transtornos de ansiedade e distúrbios do humor.
Seu potencial antidepressivo, particularmente, pode se dever à inibição da monoaminoxidase (MAO), bem como à atividade sobre os sistemas serotoninérgico, noradrenérgico, dopaminérgico e o eixo hipotálamohipófise-adrenal.

RECADOS FINAIS

. A cúrcuma é diferente do açafrão, que é um tempero utilizado em paellas, e advém de um tipo de flor. Muita confusão é feita entre estas espécies.

. Da cúrcuma, um rizoma, é extraída a curcumina cujos benefícios à saúde são: Efeito antiinflamatório, antioxidante, aumenta o Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro, tem efeitos benéficos sobre a cardiopatia, anticarcinogênico, trata o Mal de Alzheimer, benéfico contra artrite, poderoso antidepressivo.

. É um poderoso medicamento natural para auxiliar no tratamento de compulsão alimentar.
Use a cúrcuma diariamente, pelo menos em uma das refeições.
Dê preferência à associação com a pimenta negra para aumentar a absorção da curcumina pelo organismo, sempre iniciando com pequenas quantidades a fim de validar processos alérgicos.

Aproveite o poder natural da curcumina em tudo que ela tem de bom, e de quebra trate da compulsão alimentar!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *